Chamada de Artigos Coleção Américas Compartilhadas

Tecnologia e Sociedade nas Américas: novas fronteiras e dilemas do capitalismo contemporâneo

Esta chamada destina-se a uma série de publicações organizadas pelo Departamento de Estudos Latino-Americanos (DELA) do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Brasília (UnB), como parte da Coleção Américas Compartilhadas, a qual corresponde ao sexto livro, que irá reunir publicações conjuntas entre docentes e discentes com foco nos países americanos, especialmente, latino-americanos.

Transformações históricas relacionadas à reconfiguração do capitalismo contemporâneo e seus processos produtivos deram-se em consonância com o avanço técnico-científico, materializado em novas fronteiras tecnológicas e científicas. Tais processos se conectam a reconfigurações nas relações de poder, em dimensões diversas dos conflitos sociais – dentro, fora e nas fronteiras nacionais, nos fluxos migratórios, nas configurações identitárias, no Estadonação no sistema internacional, na divisão internacional do trabalho e na acumulação de capital. Nesse quadro, o desenvolvimento científico-tecnológico enseja novas formas de assimetria e desigualdade nas relações econômicas, políticas e sociais dentro dos e entre os países, contribuindo para alterar as dinâmicas e relações entre os processos de desenvolvimento diversos, em suas particularidades.

Atualmente, as novas fronteiras tecnológicas materializam-se em desenvolvimentos variados como na inteligência artificial (IA), internet das coisas, automação e robótica avançada, engenharia de materiais, semicondutores, biotecnologia, entre outros. Intensificou-se, em setores os mais diversos, a associação progressiva de tecnologias produtivas às tecnologias da informação, em torno do que vem sendo denominado “indústria 4.0”. Tais processos fazem expandir o papel do conhecimento científico e da técnica em economias e sociedades crescentemente digitalizadas via coleta, prospecção, análise e uso de dados na esfera pública e
privada; feito que se relaciona aos processos de “digitalização”, “plataformização” e demais formas de reconfiguração, em bases digitais, da economia, da cultura, da segurança, das relações internacionais.

Ao se articular à transformação das relações sociais de produção, o papel socialmente atribuído à tecnologia nos processos produtivos, inclusive da informação e do conhecimento, se materializa em aplicações técnico-científicas que passam a assumir centralidade no capitalismo contemporâneo, de modo análogo ao que ocorreu com a maquinaria na indústria moderna, impactando nas relações entre mercado, Estado e instituições políticas, bem como na natureza da própria democracia, incluindo sua dimensão ideológica e as tensões nas (e entre as) esferas públicas e privadas.

Calendário / Prazos

Envio de resumo ampliado do artigo (até 12.000 caracteres)Até 15 de março de 20021
Envio do artigo completo para os organizadores (entre 15 e 20 páginas)Até 15 de julho de 2021

Para mais informação acesse o arquivo em PDF:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s